Nhoque de batata doce com papoula e molho de tomate caseiro (sem glúten)

500gr de purê de batata doce frio, 50gr de farinha sem glúten, 2 CS de papoula, 1 CS de azeite e sal rosa a gosto. Amassar bem, fazer o rolinho numa superfície esfarinhada, cortar e cozinhar na água fervente até subir . Adicionar o molho e servir 🙂

  
Simples assim 🙂

Advertisements

Bolo de fubá com coco e goiabada (sem glúten)

Fofinho, sem crueldade e sem glúten ❤

Ingredientes:

Parte seca: 2 xíc de fubá mimoso, 1 xíc de farinha sem glúten, 1 colher de chá de goma xantana, 1 CS de fermento, 6 CS de coco ralado e 1 xíc de açúcar cristal.  

Peneirar as farinhas e o açúcar, misturar tudo e reservar.

Parte líquida: 1 xíc de leite de coco (usei industrializado), 1 xíc de água, 1/2 xíc de óleo vegetal e 2 CS de vinagre de maçã. 

Misturar tudo e depois misturar com a parte seca, tudo na mão mesmo com uma colher grande. 

Adicionar goiabada cascão picada, misturando levemente. Colocar a massa em forma untada com óleo e assar em forno preaquecido a 150 até firmar bem.

Usei forno elétrico que tem grade de cima. E coloquei suco de meia laranja sobre o bolo pouco antes de desligar, uns 10 minutos antes… ajuda a dourar 😉

  

Kibe de Lentilha e Painço (sem glúten)

Ano Novo, Receita nova!

Sem quantidades mesmo, cozinha intuitiva!

Lentilha demolhada por 5hs e refogada no azeite sem água

Painço cozido

Salsinha, hortelã, cebola, cominho, páprica, sal, linhaça e gergelim.

Processar a lentilha e o painço ainda quente separadamente. Misturar tudo unindo bem, fazer o formato de kibe com as mãos untadas com azeite e assar em forma baixa untada com azeite até ficar firme e crocante

Servi com molho de tahine (tahine + sumo de limão + alho + água + sal)

  

Sorvete Vegano

Acho que todo mundo conhece o sorvete de banana congelada. Quem não conhece, não perca tempo!

Fica uma delícia! Usei bananas e morangos congelados, pedaços de chocolate, castanhas, óleo de coco, extrato de baunilha e um pouco de leite vegetal. Processei tudo e levei ao freezer até endurecer. Decorei com amendoim triturado, cranberry, granulado e chocolate derretido.

  

Bolo de Tapioca com Amendoim e Coco (sem glúten)

Depois de muitos dias sem cozinhar (porque estou estudando #fuvest2016) resolvi fazer a versão sem glúten do bolo de tapioca da mamis que eu já havia adaptado pra vegano, mas não para vegano sem glúten e bah ficou igualmente delicioso ❤

Segue a receitinha:

Em uma tigela coloque: 2 xíc de farinha de tapioca granulada, 1/2 xíc de amido de milho ou fécula de batata, 1/2 xíc de farinha de arroz, 1 colher de chá de goma xantana. Misture bem

No liquidificador coloque: 1/2 xíc de amendoim e 300ml de água. Bata bem. Adicione 200ml de leite de coco, 1/2 xíc de óleo de girassol, 1 xíc de açúcar cristal e 1 xíc de coco ralado. Bata novamente.

Misture a parte líquida e a parte seca com uma colher grande até ficar bem homogêneo. Adicione 1 colher de sopa de fermento e incorpore delicadamente à massa.

Unte uma forma de furo (não muito grande) com óleo de girassol e despeje a massa. Leve para assar em forno preaquecido a 150 graus. Deixar assar até ficar bem moreninho. Assei em forno elétrico o que ajuda a dourar em cima.

Espere esfriar porque ele é molinho quando quente.

Espero que gostem ❤

  

Pizza Vegana Sem Glúten!

A receita demorou, mas chegou!

Uma delícia! Usei o queijo da Superbom que fica super divino com manjericão e tomate ❤

  

Não curto muito fermento químico, mas enquanto não sai a pasta madre sem glúten…

Segue a rceitinha (adaptada daqui http://petiteallergytreats.com/hawaiian-pizza-gluten-free-egg-free/)

Parte seca: 

1 xíc de farinha de arroz integral

1/2 xíc de farinha de arroz branca

3/4 xíc de fécula de batata e polvilho doce (50% de cada)

1/4 xíc de amido de milho

3 colheres de chá de goma xantana

1 colher de chá de sal
Parte líquida:

1 3/4 xíc de água morna (quase temperatura ambiente para não matar o fermento)

1 pacotinho de fermento biológico seco

1 colher de chá de açúcar

2 colheres de sopa de azeite
Misture os ingredientes secos e reserve. Misture o açúcar na água morna e adicione o fermento misturando bem até dissolver, espere formar uma espuma (cerca de 10 minutos). Adicione essa mistura à mistura de farinhas, adicione o azeite e misture bem com uma colher grande. Cubra e deixe crescer por 30 minutos.

Enquanto isso preaqueça o forno com a forma da pizza dentro por 15 minutos.

Retire a forma com cuidado, unte com azeite e coloque a massa com o axílio de uma colher, espalhando bem.

Asse até cozinhar a massa. Adicione molho de tomate e azeite. Recheie a gosto e asse por mais 10 minutos.

Nhoque de batata doce, beterraba e biomassa (sem glúten).

Que tal um nhoque diferente?

Como estou numa fase batata doce, decidi fazer um nhoque de batata doce… Para diminuir o pico de IG, adicionei biomassa e por fim… Para colorir… beterraba ❤ 

Cozinhei quase 1kg de batata doce e 1 beterraba média no vapor. Tirei as cascas. Processei a beterraba e erroneamente a batata também… Mas, não faça isso! Rs apenas amasse a batata 🙂 Misture a beterraba e a batata e adicione biomassa a gosto. Deixe esfriar. Pese essa mistura. Adicione de 10 a 20% desse peso de farinha sem glúten. Exemplo: se o peso for 550g, adicione até 110g de farinha. 

Adicione também 1 colher de sopa de azeite e sal a gosto. Misture bem até formar uma massa homogênea. Ferva 2 litros de água em uma panela grande. Adicione sal e azeite. Coloque a massa em uma superfície esfarinhada (fiz na pia de mármore) e adicione mais farinha para ajudar a manipular e cortar a massa. Corte no tamanho e formato desejado e coloque aos poucos na água fervente. Retire com uma escumadeira assim que subir à superfície. Reserve em um refratário de vidro. Adicione o molho de sua preferência e sirva.

Eu fiz um molho estilo Alfredo com couve-flor cozida, cebola refogada, alho, limão, azeite, sal, pimenta preta e água. Bati tudo no liquidificador e levei ao fogo para aquecer.

  

Crumble de morango sem glúten

Uma das receitas mais fáceis e mais gostosas que já fiz… Costumava fazer com maçã, uva passa e canela e o crumble com trigo e margarina vegetal. Mas como sai dessa vida rss e vi uns morangos na geladeira… decidi aproveitar e fazer uma receita nova e bem mais saudável 🙂

Receitinha 🙂

Calda de morango:

Duas caixinhas de morango + 1/2 xícara de açúcar cristal + 1 colher de sopa de fécula de batata ou amido de milho

Crumble:

1 xícara de farinha de arroz

1/2 xícara de fécula de batata ou amido de milho

1/2 xícara de castanha de caju processada

1/2 xícara de aveia (ou quinoa ou amaranto) em flocos 

2 colheres de sopa de açúcar cristal

2 colheres de sopa de açúcar mascavo

2 colheres de sopa de óleo de coco (sem derreter)

Água qb (até conseguir formar a farofinha misturando e apertando com os dedos)

Preparo:

Lavar bem os morangos e cortá-los ao meio. Misturar com 1/2 xícara de açúcar e a colher de fécula ou amido.

Colocar num refratário e reservar.

Misturar os demais ingredientes em uma tigela, apertando com os dedos até virar uma farofinha úmida.

Cobrir os morangos com a farofinha e assar por meia hora (ou mais se preciso). Eu assei a 150 graus no forno elétrico.

Fica uma delícia pra comer com sorvete :3

  

Bolo de mandioca tradicional (sem glúten)

Adorava o bolo de mandioca da minha mãe baiana, mas, depois que me tornei vegana, deixei de comer por conter ovos, leite e margarina… Tentei umas duas adaptações, uma com mandioca cozida e outra com ela crua… Um ficou muito denso e o outro mole rsrs

Depois de um certo tempo, minha mãe fez o bolo dela e eu quis fazer o meu… Mesmo com ela dizendo que não daria certo lá fui eu… E ficou melhor do que o dela hahaha

Usei quase 1 kg de mandioca crua cortada em pedaços

3 xícaras de água

2 xícaras de leite de amendoim

1/2 xícara de óleo de girassol

Coco ralado fresco

Aproximadamente 8 colheres de sopa de açúcar cristal (pode usar menos ou mais, só provar)

3 colheres de sopa de amido de milho

1 colher de sopa de fermento

O primeiro passo é bater a mandioca com água no liquidificador e depois coar no pano. Será usada a massinha que fica no pano. Coloque-a numa tigela e reserve. O líquido pode ser usado para fazer tapioca é só esperar ficar com massa no fundo, tirar a água e deixar secar ao sol.

No liquidicador, misture o leite de amendoim e o coco ralado e depois adicione à massa de mandioca reservada. Adicione o óleo, o amido, o açúcar e o fermento. Misture bem e leve para assar em uma forma redonda de 20cm untada com óleo até firmar e dourar. Espere esfriar para degustar rsrs